domingo, 13 de fevereiro de 2011

"...And I'd give up forever to touch you"


                                                                                                                  
 letra




Seth: Tem curiosidade de saber como é tocar?
Cassiel: Tocar? Não!
Seth: Tem, sim.
Cassiel: De vez em quando.
Seth: Tocar...

(Diálogo entre os anjos Seth e Cassiel do filme "Cidade dos Anjos")




Acho que é bem isso que venho sentindo: curiosidade de saber como é tocar. Tocar você. Nessa nossa relação - que sabe-se lá que nome tem (ou teve) ou a qual tipo pertence - em que sempre fui tão passiva, pedi tão pouco, mesmo sentindo tanto, acabei me distraindo e esquecendo de fragmentos importantíssimos. Mas não me culpo, muito menos a você. Era algo tão novo, tão intenso, sugava tudo, preenchia espaços vazios, que eu não percebia os detalhes que estavam em falta; ou se percebia não fazia tanto esforço para obtê-los. Sabe aquela frase batida: "Se melhorar, estraga" ? Pois é. Acho que era bem isso: medo de estragar.
Mas, meu Deus, como poderia perder algo que nunca tive, estragar algo que nunca existiu?
Na verdade, existiu para mim. Só para mim.
Agora, justamente agora, em que vejo você tão forte e tão indiferente é que invento de sentir essas coisas impossíveis. Logo hoje, quando existem distâncias bem maiores que a geográfica, eu invento de querer sentir, tocar. Logo hoje, em que você foi embora e não disse adeus. Sem esperanças de retorno, sem explicações.  Xeque-mate, não é mesmo?
Sabe, Baiano, nesse mundo louco de gente insensível, o mínimo que aprendemos é a perder. Essa vontade que perdura no meu peito, um dia passa. 
Ficam suas qualidades (não mudo a minha opinião sobre elas), os bons momentos, nossas horas leves recheadas de sorrisos, meus puros sentimentos por você. Fica a vontade de tocar (como já disse, um dia passa). Ficam os chicletes, os cigarros.  Fica o meu pedido de perdão por não ter sido mais inteligente, mais bonita, mais rica, mais descolada, por não saber jogar e, acima de tudo, por não conseguir ser indiferente.
Permanecem intactos os meus mais profundos e sinceros desejos de que você seja feliz, com quem for ou como for. E que ninguém nesse mundo seja capaz de lhe fazer sofrer, que ninguém lhe ignore sem motivos aparentes e nem que você sinta o que sinto agora.
Ficam os apelidos "Morena" e "Baiano". Baiano vai continuar existindo nesse mundo em que criei para que ele fosse eterno. Vou continuar sendo Morena, mesmo que  a gente nunca mais se fale e você me chame assim. Morena é um estado de espírito, é o conjunto dos melhores sentimentos que existem em mim, transcendo qualquer lógica ou tentativa de explicação.

"Fui ser feliz e não volto"


Meus queridos, estou danto um tempo no blog. Há tempos que as coisas não estão boas nem bonitas por aqui. Preciso cuidar de mim, da minha vida, da minha saúde.
Para vocês, eu voltarei, claro! Mais bonita, forte, saudável e feliz. Cheia de novidades!



Beijos (muitos, incontáveis, os melhores)!


Fiquem com Deus!




às 15:20

19 comentários:

  1. aaain eu tou lendo todos teus textos,tou achando um mais lindo que o outro meesmo,tou seguindo de volta foofa, bj

    ResponderExcluir
  2. Nossa, Morena... Que seja belo teu ausentar-se, que encontres a paz do amor a ti, já que sofremos mais pelo amor que não nos responde de volta quando gritamos desesperados por seu nome...

    Vamos deixar o tempo te trazer de volta!~

    ^_^`

    Enquanto isso, vou conhecendo-a de traz pra frente, lendo teu blog que -SIM- eh tão bonito!

    Um beijo grande e seja teu retorno - breve!!!

    Beijo beijo beijo...

    ResponderExcluir
  3. Nossa, me emocionei com o que escreveu. Achei perfeito!
    De coração desejo que isso passe e que vc volte a ficar em paz!
    Porque como você mesma disse, o mínimo que a gnt aprende na vida é a perder!
    Vai ser feliz, mas não demore!!

    Obrigada pelo comentário no blog!!
    Valeu msm!!

    bjoo
    http://feedbackpositivoagora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Nossa, eu tive que postar novamente um comentário!
    Você escreve os textos mais maravilhosos, mais tocantes, mais perfeitos que li nos últimos tempos!
    Que talento!! Parabéns!!
    Eu estou triste por essa pausa que vc disse que irá fazer... Não sei se seria pedir demais, mas considere partilhar tudo o que está sentindo. Talvez seja uma forma de lidar com tudo isso.
    Por favor, me desculpe se tiver pedido demais!

    bjoo

    ResponderExcluir
  5. ótimo texto, guria. eu gostei. e ah, que esse texto te seja necessário e proveitoso, e que voltes cheia de gás e a mente fervilhando ideias.
    beijoca!

    ResponderExcluir
  6. Olá Morena ..
    vim retribuir tua visita, e dizer que fico contente que meu cantinho à teus olhos seja um lugar aprazível..
    Volto com mais tempo para ler-te e sorve teus belos textos ..
    Seguindo aqui tbm ..

    Abraços..

    ResponderExcluir
  7. Então volta logo!
    Fica bem!
    E se precisar, estamos aqui!
    Beijos meus

    ResponderExcluir
  8. Ameei seu blog , é perfeito de vdd.
    Melhore logo .Obrigada por seguir , vou seguir tbm!
    Beijoss ♥

    ResponderExcluir
  9. Morena, muito obrigada pela visita ao meu cantinho.
    Quanto ao que você escreveu...
    É sempre bom darmos um tempo, das coisas, dos outros, do que estamos sendo e tentar ser o que merecemos ser: mais forte, mais amada, mais carinho, mais vida. Então... Viva!

    Abraço.
    Sigo-te também...

    ResponderExcluir
  10. Belas palavras *-* amei...

    Mudei o link do meu blog... atualiza no painel #please ;)
    http://daniellymeloescritos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Quanta lindeza!


    Não dá vontade de sair daqui!


    te deixo um beijo e volto logo!


    =)

    ResponderExcluir
  12. Olá querida.
    Tem selinho pra você em meu blog.
    Espero que goste.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Fiquei encantada com a grandeza deste blog. Parabéns! Estou seguindo!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  14. Forte! Texto forte como reflexo do que você é!

    Bjs!

    E td de bom!

    ResponderExcluir
  15. Esse livro da foto é tão lindo *--*
    como tudo aqui *suspiro* haha


    doce demais tudo aqui florzinha!
    Beijo beijo beijo
    Volto depois viu?

    ResponderExcluir
  16. Heey!

    Nossa quanto tempo eu não venho aqui hihi... Adorei o post.
    Tem post novo no blog...

    Beijokinhas da Lola

    ResponderExcluir
  17. "Voltarei a querer algum dia
    Hoje eu sei que não vou mais chorar
    Se em mim já não há alegria
    A esperança me ensina a gritar
    Que tudo passa tudo passará"

    Estes versos são de uma canção que a minha mãe costumava cantar . Ela tinha esse hábito de dizer coisas para a gente com versos de canções. E eu acabei aprendendo muito com eles. Tudo passa, Morena. Até breve. Muita paz e muito bem pra você.

    ResponderExcluir
  18. E quando eu consigo um tempo para comentar aqui, decido fazê-lo sem olhar a última postagem.
    E agora que li, só posso desejar que a Morena não perca a fé a esperança e o amor, que acredite em si mesma, que seja feliz e claro, volte esporadicamente para nos brindar com seu belo uso de palavras.
    Com ou sem Baiano. =)

    ResponderExcluir