domingo, 16 de janeiro de 2011

Das mudanças

Versões de Baiano, de quando o conheci (exatos 5 meses atrás) e agora :


ANTES:


DEPOIS:




É uma mania antiga, mas eu costumo definir as pessoas através de músicas. Não que eu procure os sons, eles simplesmente surgem. E vão se encaixando aos que aparecem no meu caminho. E mudando de acordo com os acontecimentos. Como se o modo aleatório estivesse ativado constantemente.



Ah, Baiano, gostei mais da sua versão atual!



15.01.2011 às 14:00

6 comentários:

  1. Hey linda!

    Hihi adorei o post, nunca tinha visto esse Herva Doce mais achei meio cômico...
    Quando der da uma passadinha lá no blog...

    Beijokas Lola

    ResponderExcluir
  2. Ah, música sempre nos define, né? E essa sua mudança é compreensível, sempre nos especializamos naquilo que nos leva pra algum caminho mais light, mais livre!
    Beijoca!

    ResponderExcluir
  3. Linda Amiga:
    Realmente, o contraste é notório. Profundo.
    Só concebe "coisas" magistrais e impensáveis de encanto.
    Um Post agradabilíssino de ver e ouvir.
    Parabéns.
    Abraço amigo à sua excelente capacidade de maravilhar.
    Com respeito e fascínio pelo que "constrói" de beleza.
    Adorei.

    pena

    Excelente!
    Bem-Haja, amiga linda.

    ResponderExcluir
  4. Música é poesia com acompanhamento... Delicioso definir... ;D Gostei deveras de teu sentir"!!

    ResponderExcluir
  5. Eu concordo que a música nos defina! Então eu sou um mix... Lindo.. Bjo

    ResponderExcluir